25/12/2007

Más estreias

1. Pela primeira vez, neste ano, trabalhei no meu dia de anos.
2. Pela primeira vez, neste ano, trabalhei na véspera de Natal.
3. Passei a véspera de Natal a chá, porque tentei bater o recorde de ir ao grego na noite anterior e durante o próprio dia (recorde superado, já agora...)

23/12/2007

Som #53 - Para todas as damas

Flight of the Conchords - Ladies of the World

Aqui vão novamente os rapazes, desta vez mais novinhos, ainda antes de serem mundialmente famosos.

"Amphibian ladies" e "Hermaephrodite ladies" têm que ser os meus favoritos. Estes gajos estão lá.

Letra:
J: Ooohhh....ooooh....
I just wanna, I just wanna
B: Just wanna do something special for all the Ladies in the World
J: Oh yes (J)
B: Just wanna do somethin' special
J: Ah (J)
B: For all the Ladies in the world
J: Is that possible? (J)
B: And the gir-rls
Don't forget them girls
J: Caribbean
B: (Ladies)
J: Parisian
B: (Ladies)
J: Bolivian
B: (Ladies)
J: Namibian
B: (Ladies)
J: Eastern Indochinian
B: (Ladies)
J: Republic of Dominican
B: (Ladies)
J: Amphibian
B: (Ladies)
J: Presbyterian
B: (Ladies)
J: Outta sight
B: Amazin' ladies
J: Late night
B: Hard workin' ladies
J: Erudite
B: Brainy ladies
J: Hermaphrodite
B: Lady-man-ladies
J: Oh you sexy hermaphrodite lady-man-ladies
With your sexy lady bits
And your sexy man bits too
Even you must be in to you ooo ooo
B+J: All the ladies in the world
I wanna get next to you
Show you some gratitude
By makin' love to you it's the least we can do...
B+J: If every soldier in the wo-orld
Put down his weapon and picked up a woman
What a peaceful world this world would be-eee...
B+J: Redheads not warheads
Blondes not bombs
We're talkin' about brunettes not fighter jets
J: Oooh Oooh it's got to be Sweet 16's not M-16's
When will the governments realize it's got to be funky sexy ladies?
B: I have a vision and all I can see
Is all of you with 'a all of me
In a world of peace and harmony
Where every lady gets a little piece of Bret-y
J: I've been to Paris, Wellington and Amsterdam
And a wham-bam, Merci, Danke, thank 'a you ma'm
I don't care if you're ugly or you're skanky or you're small
I just wanna do a little something special for y'all...
B + J:All the ladies, in the world, you deserve it, Girrrrrrl...

SOm #52 - Melhor exportação de sempre da NZ

...bem melhor que os kiwis, yuk! Oh pissoal, segundo o meu gastro os kiwis fazem mal ao estômago, deixem-nos de lado e podem parar de fingir que gostam daquilo.

Flight of the Conchords - If you're into it

Pequena biografia: Esta banda de comedy folk começou a fazer sucesso ainda na sua nativa Nova Zelândia. Muito cedo a BBC deu-lhes um programa de rádio, e não tardando muito a cadeia de televisão americana HBO (que nos deu os Sopranos, Band of Brothers e Sex and the City, entre outras) lhes deu um programa de televisão. Esta música vem do quarto episódio. Os sortudos que tenham Funtastic Life podem vê-los no canal FX ou então podem sacar tudo de uma qualquer internet perto de si.

20/12/2007

'Tá quase!!

Voltar a Portugal, a casa, à famelga, aos amigos!
A temperaturas nao tao baixas, a língua absolutamente familiar, a comida booooa!

Malta, preparem-se! É já Sábado.

19/12/2007

Não havia verificação ortográfica no Word, não...?

Quem frequenta o HP das Amoreiras pode ler este aviso, bem escarrapachado nos cacifos anuais que não foram renovados ainda:

ESTIMADO SÓCIO,

AGRADEÇEMOS QUE SE DIRIJA Á RECEPÇÃO COM A MAIOR BREVIEDADE POSSIVEL, POR MOTIVOS RELACIONADOS COM O SEU CACIFO PRIVADO

EQUIPA HOLMES PALCE AMOREIRAS!


Serei picuinhas, ou acham que não valia a pena ter lido isto duas vezes antes de espalhar este aviso às dezenas no interior do balneário...? Porra, nem "Place" saiu bem!

17/12/2007

Bens materiais (ou mais um desafio para fazer e não passar)

EDIT: Ela pediu, Headache anuiu. Restelo, passo-te a ti!

A wednesday desafiou-me a descrever os meus bens materiais. Cá vai pazada:

"Tanta vez te perguntam por tuas aspirações espirituais, afectivas, familiares e de carreira.Tornou-se anti-social perguntar por nossos desejos materiais, como se isso não fizesse parte de nossa vida, como fosse até vergonhoso falar em tal assunto.Assim aqui vão cinco formas de ver cinco bens materiais."


a) 5 bens materiais QUE TIVESTE NO PASSADO.
Já não os tens e sentes saudades ou nostalgia por eles.

1. Um pacote de esparguete nacional, de 1kg, não e cá dessas mariquices de 500 gramas.
2. Uma lata de atum Tenório.
3. A minha memória.

b) 5 bens materiais QUE POSSUIS ATUALMENTE.
Que mais gostas e não vives sem.(opcional: porquê?)

1. O meu telemóvel. É de concha mas rijo como tudo, condição necessária e suficiente para resistir mais que um ano nas minhas unhas. E já vai fazer dois, por isso palminhas para ele.
2. A minha roupa, senão ia rapar um frio desgraçado neste inverno e andar todo queimadinho no verão.
3. O meu capacete da fábrica, já evitou pelo menos meia-dúzia de contactos directos entre tubagem/andaime e a minha cabeça.
4. Decidi que vou fazer isto de três a três apenas. E foi agora mesmo.

c) 5 bens materiais QUE PENSAS EM ADQUIRIR.
Nos próximos 5 anos.(opcional: porque não os adquiriste antes?)

1. Um carro.
2. Um animal.
3. Um bilhete para ver a F1 no Mónaco.

d) 5 bens materiais QUE GOSTASTE DE OFERECER.
A cinco pessoas diferentes.(opcional: porquê?)

1. O meu primeiro jantar muito especial de esparguete com pescada cozida.*
2. Fotos, no geral.
3. As prendas de natal, no geral.

e) 5 bens materiais QUE SONHAS EM TER.
Mas que sabes não vir a adquirir.

1. Aston martin DB9.
2. Ferrari F2007 ou McLaren MP4-22.
3. Um voo no Concorde.

*É ficção, tá bem?

16/12/2007

A Queca Mágica

Mas que belas caras de prisão-de-ventre, com uma Meg pré-esticanço e pré-operação aos lábios ao melhor estilo de um babuíno fêmea com o cio.

"A Queca Mágica" é o meu pet name para esta bela caquinha de filme que se chama "City of Angels". E acabei de ver um anúncio para a sua exibição ainda esta noite na RTP1.
Há sempre uma solução final: desligar a televisão.

13/12/2007

Pilhado de outro blog

Fãs do Prison Break (série que não acompanho, por isso passou-me ao lado), vejam isto.

Postado pelo Francis.

09/12/2007

2 kgs de chocolate

Mesa da sala de Sra. Headache com metade da produção chocolateira do dia


...e fica muita prenda de Natal feita :)
(não, não vão levar nenhum, quietos! Tirem a mãozinha daí! Ai! Querem ver que vouter que me chatear?)

08/12/2007

E quando menos se espera, uma visão do céu

Esta vai de ladecos e tudo. O rio de baba que se estava a formar a partir da minha boca não aparece na fotografia.

No Domingo passado, estava o menino alegremente a fazer compras no Jumbo de Alfragide, que entretanto desenvolveu um tumor mesmo ao seu lado chamado Alegro.

Mesmo em frente às caixas, estava um McLaren MP4-22. O carro que fez o campeonato de F1 deste ano. O melhor deste ano, diga-se.

Uma boa surpresa.


Não sei se era real ou apenas um modelo (parecia muuuuuuuuuuuito real), mas fiquei verdadeiramente maravilhado.

04/12/2007

2º EDIT: Já são 5 pessoas a acusarem-me do mesmo, e uma a fazer escabeche por me ter esquecido




Nomeadamente, a Wednesday, o Flávio e o Francis. Obrigado povo iludido!
Pronto, não passo a corrente a ninguém, mas fiquem sabendo que os vossos também se comem.

Entretanto, passou a 4, a Maria deixou-se enganar também.

E ainda a Restelo, que armou um barraco aqui na caixa de comentários.

Despachas-te a vir ou quê?

Lisboa, hoje, uma nevoeiraça que me faz lembrar sopa de ervilhas. Mas em cinzento.

Foto daqui.

Digno de génio (ou "idem" apanhar na bilha, suas bestas quadradas)

Cenário: Sexta à noite
Horário: Vila do Estoril (concelho de Cascais)


Headache + Sra. Headache partem para o Estoril. Objectivo: um restaurante chamado Don Formaggio (pelo nome, como já podem ter adivinhado, era chinês*), onde uma amiga ia realziar a sua festa de anos. Munidos da morada, que indicava claramente AVENIDA BIARRITZ treco treco ESTORIL, e de dois mapas impressos, um do ViaMichelin, e outro do GoogleMaps, lá partem.

E chegam à dita cuja Av. Biarritz. No Estoril. Aliás, no Monte Estoril.
Que não tem restaurante nenhum. Nem nada que se pareça. Mas percorrem a "avenida" (uma rua de um só sentido) 3 vezes, só para ter a certeza. Nada. Só habitações, prédios e moradias. Após vários minutos a rogarem pragas a tudo e mais alguma coisa, ligam á aniversariante, que lá indica um sítio que não tinha nada a ver com o indicado. Lá se perderam mais um bocado, mas chegam. Com quase uma hora de atraso, ora pois.

E onde ficava o restaurante, afinal? Na RUA BIARRITZ, no Estoril!

Cambada de animais, decidem dar o mesmo nome a duas ruas diferentes de povoações/freguesias adjacentes e que têm nomes incrivelmente parecidos.

Pior da situação: nos cartões do próprio restaurante, a morada aparece como Av. Biarritz, embora fique na Rua.


Moral da história: deixem-se ficar por Lisboa. Ao que parece, Cascais tem problemas de nomenclatura e ninguém se entende por lá. Bestas.



*Claro que era italiano, pessoal.

27/11/2007

Mas porque é que...

...o David Fonseca desenvolveu uma maneira muito peculiar de pronunciar as vogais em inglês, quase como se fosse escocês ou canadiano?

O simples sotaque americano não lhe chegava?

Estou á espera de ouvir um cockney à melhor moda dos Sex Pistols no próximo albúm dele.

21/11/2007

35000

Já falta pouco!

Parabéns ao blog pelos seus muitos seguidores e leitores incautos!

Continuem connosco que nós continuaremos a ter aqui os nossos devaneios e dizeres sérios!

19/11/2007

Há sempre um lado positivo

Com a chuva de hoje:

a) Os bate-chapas não vão ter mão a medir. A chegar ao Barreiro dei com dois acidentes no espaço de 50 metros.

b) Vão vender-se paletes e paletes de adubo.


Há sempre um lado positivo para as coisas, criançada.

18/11/2007

Tecnologia de ponta

Vi este vídeo no blog da Karvela.
Ainda me estou a rir.



O CTU chegou a operar com AOL 3.0! Maravilhoso!

Agora, com a vossa licença...

Vou buscar a minha A. ao aeroporto.
Duas semanas e meia de Nepal e 26 horas em viagem devem tê-la deixado cansada (digo eu :P), mas hoje não vai ter muitas hipóteses de descansar... (digo eu).

Até costumo achar piada ao Markl, mas...

...o seu último devaneio, chamado "Operação Prestígio", roça os limites do absurdo (podem ler mais no blog dele).

Além de achar uma parvoíce sem qualquer propósito concreto, nem sequer se pode considerar original, já foi feito antes e muito melhor, e acima de tudo, com a intenção de humilhar um conservador homófobo. Podem ler mais aqui.

17/11/2007

Nova Dehli

Já se encontra em Nova Dehli.
Agora são mais umas dez horas até voltar a partir.

(Dez horas...???)

Neste momento...

...mais atraso, menos atraso, a A. já deverá ter iniciado o percurso de regresso a Lisboa.
26 horas em trânsito.
26 loooooooooooongas horas...

14/11/2007

Faltam 4 dias

(podia transformar isto agora num post à Cláudio Ramos, mas não o vou fazer).
A Sra. Headache volta do Nepal em 4 dias.
Já tou em pulgas.



(Não quero comentários horrorizados do género "Mas que é que andas a fazer a ler o blog dessa criatura???", para mim tudo tem sentido cómico, lembrem-se)

A inteligência artificial ainda tem uns passos largos para dar

Tem-me dado um gozo tremendo ir ao Translate do Google e:

1. Pedir pra traduzir uma pedaço de text de português para inglês.
2. Pegar na tradução e voltar a traduzir para português
3. Comparar o antes e o depois

Aqui vai um exemplo:

texto original:


Hoje de manhã decidi, antes de ir para o ginásio, lavar o carrito.
Lá vai o Headache para o Elefante Azul de Linda-a-Velha/Dafundo. Carro limpinho, a brilhar. Eram 10h40.

13h00, baixa de Algés. Cai chuva por 1 minuto! UM!! Nem sequer deixou de fazer sol. Tenho agora o carro todo manchado.

Eu bem vos avisei neste post, não avisei...?
Tempo dum real cabrão...
------------------------------------------------------------

1ª tradução:
Today in the morning decided, before going to the gym, washing the carrito.
There goes the Headache for the Blue Elephant, Linda-a-Velha/Dafundo. Car limpinho, to shine. They were 10.40.

13 h00, low Algés. Cai rain for 1 minute! A! Not even left behind sun. Now I have the whole car spotting.

I warn you well in this post, did not warn ...?
Weather a real cabrão ...
------------------------------------------------------------

2ª tradução:
Hoje de manhã decidiu, antes de ir para o ginásio, lavar o carrito.
Lá vai a cabeça para a Blue Elephant, Linda-a-Velha/Dafundo. Car limpinho, a brilhar. Eram 10,40.

13 h00, o baixo nível de Algés. Cai chuva de 1 hora! A! Nem mesmo deixado para trás sol. Agora eu tenho todo o carro manchado.

Advirto - vos bem neste lugar, não avisei ...?
Weather um verdadeiro cabrão ...
------------------------------------------------------------

Conseguem-se coisas verdadeiramente hilariantes com isto. Experimentem vocês próprios.

13/11/2007

Este blog vai fica politizado por um post, desculpem lá

Mensagem da Valónia à Flandres, cantada por um ilustre valão:



Não me deixes, de facto...

Ne me quitte pas
Il faut oublier
Tout peut s'oublier
Qui s'enfuit deja
Oublier le temps
Des malentendus
Et le temps perdu
A savoir comment
Oublier ces heures
Qui tuaient parfois
A coups de pourquoi
Le coeur du bonheur
Ne me quitte pas

Moi je t'offrirai
Des perles de pluie
Venues de pays
Où il ne pleut pas
Je creuserai la terre
Jusqu'apres ma mort
Pour couvrir ton corps
D'or et de lumière
Je ferai un domaine
Où l'amour sera roi
Où l'amour sera loi
Où tu seras reine
Ne me quitte pas

Ne me quitte pas
Je t'inventerai
Des mots insensés
Que tu comprendras
Je te parlerai
De ces amants là
Qui ont vu deux fois
Leurs coeurs s'embraser
Je te racont'rai
L'histoire de ce roi
Mort de n'avoir pas
Pu te rencontrer
Ne me quitte pas

On a vu souvent
Rejaillir le feu
De l'ancien volcan
Qu'on croyait trop vieux
Il est paraît-il
Des terres brûlées
Donnant plus de blé
Qu'un meilleur avril
Et quand vient le soir
Pour qu'un ciel flamboie
Le rouge et le noir
Ne s'épousent-ils pas
Ne me quitte pas

Ne me quitte pas
Je ne vais plus pleurer
Je ne vais plus parler
Je me cacherai là
À te regarder
Danser et sourire
Et à t'écouter
Chanter et puis rire
Laisse-moi devenir
L'ombre de ton ombre
L'ombre de ta main
L'ombre de ton chien
Ne me quitte pas

12/11/2007

11/11/2007

Quero ir ver


(baseado no livro "Touching from a Distance", da mulher dele, Deborah Curtis. Já o li e gostei)

Som #51 - Exterminio em massa (com ritmo)

Dead Kennedys - Holiday In Cambodia

Uma das melhores bandas punk de todos os tempos, saidinhos da Bay Area. Sempre entregaram mensagens políticas com um travozinho a humor que era incomparável. Responsáveis por êxitos como "Too Drunk to Fuck", "Kill the Poor" e "California Über Alles", que me fazem sorri sempre que os oiço. Fica aqui o maravilhoso Holiday in Cambodia, com a brilhante linha "don't forget to pack a wife"



Letra:
So you been to school
For a year or two
And you know you've seen it all
In daddy's car
Thinkin' you'll go far
Back east your type don't crawl

Play ethnicky jazz
To parade your snazz
On your five grand stereo
Braggin' that you know
How the niggers feel cold
And the slums got so much soul

It's time to taste what you most fear
Right Guard will not help you here
Brace yourself, my dear:

It's a holiday in Cambodia
It's tough, kid, but it's life
It's a holiday in Cambodia
Don't forget to pack a wife

You're a star-belly sneech
You suck like a leach
You want everyone to act like you
Kiss ass while you bitch
So you can get rich
But your boss gets richer off you

Well you'll work harder
With a gun in your back
For a bowl of rice a day
Slave for soldiers
Till you starve
Then your head is skewered on a stake

Now you can go where people are one
Now you can go where they get things done
What you need, my son:.

Is a holiday in Cambodia
Where people dress in black
A holiday in Cambodia
Where you'll kiss ass or crack

Pol Pot, Pol Pot, Pol Pot, Pol Pot, [etc]

And it's a holiday in Cambodia
Where you'll do what you're told
A holiday in Cambodia
Where the slums got so much soul

Som #50 - Extreme Ironing

Monster Magnet - Negasonic Teenage Warhead

Uma coisa com este título, com uma banda que tem este nome, tem de ser visto. Tão simples como isso. O psicadelismo atinge novos extremos quando o guitarrista da banda Ed Mundell passa a ferro. Num asteróide.

Eh pá, vejam, A sério. A vossa vida é incompleta até verem isto.



Letra:
Saw your face last night on the tube
Strong fine snake in a sucker's vacuum
15 clicks and it's time to say bye
15 trips and a love that won't die

Me and myself killed a world today
Me and myself got a world to save
Broadcast dead revolution don't pay
Strapped up freaks on the Lazarus plane

I can tell just by the climate, and I can tell just by the style
I was born and raised on Venus and I may be here a while
Cause every supersonic jerkoff who plugs into the game
Is just like every subatomic genius who just invented pain

I will deny you
I will deny you baby

Yeah yeah, yeah, wow

Oh baby, I'm lazy
Oh baby, introduce me to God
Oh baby, I'm lady
Oh baby, set a place for the dog, for the dog

yeah, Oh

Shut me off 'cause I go crazy with this planet in my hands

I can tell just by the climate, and I can tell just by the style
I was born and raised on Venus and I may be here a while
Cause every supersonic jerkoff who plugs into the game
Is just like every subatomic genius who just invented pain

I will deny you
I will deny you baby

Yeah

09/11/2007

Acontecimento do Ano: parte III (e última)

(este post vem no seguimento deste e deste e a Morceguinho deu a sua alfinetada aqui)

Finalmente casados! Oh alegria! Oh Sol quente de Outono! Oh meus-benditos-5-kgs-de-arroz!
Próximo passo: ir comer! Já deveriam ser umas 13h ou mais quando finalmente Saci e Emília saíram da igreja.

Próximo passo = próximo problema. Onde era afinal a quinta? E como levar uma comitiva de quase 300 pessoas até lá?

"Mapa, daaaaah", oiço-vos a afirmar com alguma ironia desse lado. Hah! Não havia. O que vale é que a quinta era substancialmente perto, e já a primeira parte da comitiva estava lá dentro e ainda havia um valente comboiozinho de carros e pessoas a lá chegar.

A quinta em si era igual a muitas outras quintas: montes de relva onde se podia ver as senhoras a enterrar potentemente os seus saltos altos (quem se lembrou pela primeira vez da combinação relvado/cerimónias-com-saltos-altos deveria ser arrastado até ao meio da rua pelos cabelos e sodomizado por um gajo do bairro chamado Tomé. Só porque sim).

Dois cheiros entravam em forte conflicto ainda antes do almoço:

1. O cheiro de enchidos e entremeada na brasa, para matar a fome aos convidados (bom)
2. O cheiro de estrume fresquinho que emanava do relvado (mau)

MAS QUEM É QUE É A BESTA QUE VAI ESTRUMAR NO DIA ANTERIOR À RECEPÇÃO DE QUASE 300 PESSOAS???? QUEM???????

Mas pronto, o cheiro de grelhados na brasa misturado com perfumes (que se desvaneceram com o fumo dos fogareiros) misturado com o estrume = um valente e rigoroso nada. Acabaram por se anular, mais ou menos. E entretanto, as senhoras continuavam a atascar-se valentemente no relvado. É a vida. Headache considerou sinceramente ir alugar um tractor para desatascar os casos mais graves.

Começa a almoçarada, a horas decentes (já não me lembro, deveria ter escrito este post quando estava mais fresco) etc etc etc não interessa, estava tudo bom. O ponto alto da noite deu-se quando duas amigas de Headache (uma delas escreve aqui), intrigadas por nunca o verem a dançar (Headache não dança) o arrastam para o meio da pista. Onde só estavam ele e elas as duas. Ao som de "Candy Shop" do 50 Cent. E começam a tira-lhe a roupa. O embaraço de Headache dura cerca de 30 segundos, que foi o tempo que levou a conseguir fugir dessas duas "amigas"! Humpf! Headache fica vermelhão que nem um tomate, com o cinto desapertado e sem gravata. E com Sra. Headache a ver e a gozar o pratinho! Humpf! Mulheres!

Uma noiva, dançando

Acaba a noite, começa um novo dia. Desta feita, Headache e respectiva decidem visitar o castelo de Montemor logo pela fresquinha. Não estavam à espera de estar lá metade dos ICCs* e Pseudo-ICCs da região, porque ia haver uma apresentação qualquer no castelo onde ia estar Sua Sereníssima Excelência e Ilustríssima Alteza O Primeiro-Ministro Sr. Engenheiro José de Sócrates e Pinto de Sousa (acho que não me esqueci de nenhum título). Ficam as fotos:

Um castelo, relaxando

Olhá foto *cough* "artística" *cough*

Rabo para a estrada, pés para o rio, formigas pelas costas acima (já fora do castelo, claro)

Daqui novamente para Ribas. Almoço patrocinado pelos pais da noiva, com muita sardinha e muito carapau na brasa e ainda montes e montes de comida que sobrava do dia anterior. Muito se comeu. Oh-la-rila.

Headache e Sra. Headache pegam em Morceguinho e alambazam-se para Coimbra. Morceguinho tinha pedido boleia para apanhar o comboio para a terreola da prima e da avó**. Chegam a Coimbra dois minutos antes do Alfa Pendular, e ainda tinham que comprar bilhete! E conseguem, mesmo à última da hora, atirar com Morceguinho para dentro do comboio. Sucesso!

Já que estão em Coimbra, Headache e Sra. Headache decidem ir visitar os pontos-chave: um parque (nome não captado), o Penedo da Saudade, e a Universidade:

Não faço ideia de como isto se chama...

Sra. Headache valorosamente atravessa os portões da Universidade

La Cabra (ainda se lembram dos Los Farmlopez?)

Headache e Sra. Headache consideraram Coimbra uma cidade muito bonita e que vale a pena visitar. Depois de tanta beleza, o reverso da medalha: 4 horas até chegar a Lisboa, porque metade do país devia estar plantado na A1. Ora porra.

FIN

*ICC = Importante Com'ó C***lho = VIP
**Porto

08/11/2007

E se...

... vais utilizar um equipamento ao qual está ligado um computador e te apercebes que, ao ligar o monitor para usares o software de controlo, a imagem está de pernas para o ar!?!!??!
Bizarro? Sim! Estou a brincar? Nah!!
Acabou de entrar disparado no gabinete um colega precisamente com esse problema!
Fui ver o que se passava... e é mesmo uma obra do Demo dos investigadores! E agora como sair deste imbróglio??
Com medicoes a correr nem sequer dá para a famosa técnica "desliga tudo e volta a ligar", se nao, lá vao todos os dados...

Há meia hora estava a funcionar perfeitamente!
Alguém tem ideias? Ou números de exorcistas de computadores?...
Estamos por tudo!

07/11/2007

Novo banner

...onde se podem ver as minhas costas e as minhas cuecas. Branquinhas.

Voltas da vida

O meu actual chefe e o meu antigo chefe (um deles) estão neste momento juntos
No andar por cima do meu
Será que irão discutir o lindo azul dos meus olhos eventualmente?
Acho que tenho que ir lá cumprimentar o senhor. E mandar saudades. E beijinhos aos pequerruchos.

05/11/2007

Overheard in New York

What Does Being Farsighted Have to Do with Anything?

White guy, about pretty black chick passerby: Yo, why do black girls always look at you but not me?
Black guy: Same reason why you piss close to the urinal and I gotta stand a foot away.

--35th & 6th

Overheard by: Hispanic guy who stands 8 inches away


via Overheard in New York, Nov 4, 2007

Confins-do-mundo mais próximos


A tecnologia é uma coisa maravilhosa

A A. (ou Sra. Headache) ligou-me há bocado.
Do Nepal.
No meio da montanha.

Há coisas fantásticas, não há?

(Imagem daqui. A A. está a fazer trekking até ao Annapurna Base Camp)

01/11/2007

Velha. Fórnea da Velha.

Hora: 07h da manhã. Headache acorda com um vigor impressionante para um sábado de manhã.
Hora: 08h15 da manhã. Headache e Sra. Headache encontram-se com um amigo dela no Marquês de Pombal. Os três caminhantes dirigem-se para trás do sol posto: Alvados. Junto a Mira de Aire/Minde/Porto de Mós.

O programa: Caminhada em grupo de 22-27 kms (dependendo do papel que se lesse, mas foram mesmo só 22) pela serra, para ir ver um acidente geológico chamado "Fórnea da Velha". Duração estimada: 07 horas. Numa coisa ambos os papéis concordavam. A caminhada era classificada como "difícil".

Resultado: Bolhas nos pés, regressar a Lisboa às 19h45, estar na cama estafado às 21h. Tudo normal, tudo normal. Ficam as fotos:


Primeira subida a doer

Um guia, a sua cadela, e uma das caminhantes

Rectaguarda do grupo, caminhando por entre as pedras.

Um plácido ruminante

A fórnea propriamente dita. Valeu o caminho das pedras, oh se valeu.

À beira da Fórnea (já bem mais acima em relação à foto anterior). Ainda era uma valente escorregadela até lá abaixo.

500 e tal metros de altitude até ao topo da dita cuja fórnea. Com calhauzinho solto, para formar o carácter.

Ladrões existem em todo o lado

Local: Segunda-feira à noite
Hora: HP das Amoreiras

Alguém muito intrépido (os intrépidos às tantas aumentaram desde que retiraram os torniquetes de entrada e deixou de haver o controlo que havia) levou-me:

- Os sapatos
- As toalhas

O resto ficou, estranhamente...

Nota mental: Guardar tudo dentro do cacifo. Tudo.

Edit: Levou-me enquanto eu não estava junto aos objectos, obviamente.

29/10/2007

Primeiro cabelo branco avistado hoje ao espelho
Lavradio
09h da manhã
Aos 27 anos e dois meses de idade.

Estou pronto para o lar de 3ª idade, só preciso que me mudem a fralda pelo menos uma vez ao dia.

24/10/2007

Som #49 - Mil vozes

Feitos Na Morgue - Stripsearch

Mike Patton, vocalista dos Faith No More, Mr. Bungle, Peeping Tom, Tomahawk, Fantomas, Lovage etc etc etc sempre revelou aptidões vocais acima da média, e capaz de interpretar desde a balada ao standard de jazz à faixa mais pesada de Heavy. Fica aqui uma das minhas favoritas dele, e dos Faith No More. Este tema saiu em 1997 no último registo dos FNM: Album of the Year. Nunca vi um albúm com um nome mais certeiro que este, porque foi sem dúvida um (o) dos melhores albúns desse ano. Ou melhor dizendo, dessa década. A qualidade é intemporal.



Letra:
It's over today
The heat is gone, time is gone
F for fake
I feel no wrong, hide no wrong
I love this place, the lights
Under this face, so dry

Only way to change, give yourself away
Don't be ashamed, next in line
Close one eye, just walk by

In these days
I'm breathing stone, crying is done
I'll win this race
I'll leave alone, arrive alone
Love this place, the lights
Under this face, so dry

Stripped to the bone
I did no wrong
Truth is my name
Give yourself away
F for fake
Give yourself away

Always look on the bright side of life!

Sempre ouvi dizer!

Estes tipos também a fazem...

...e como! Bem, o que vale é que desta vez não dias e semanas a fio!

Estou, naturalmente, a falar de greves! A Alemanha tem um sistema interessante para este procedimento (ou se calhar não...) (como já referido noutras variações)

Há coisa de um mesito começou uma greve dos comboios e não está previsto ainda o término desta temporada! However, os senhores maquinistas não a andam a fazer todos os dias. Vá lá!
Um ou dois dias por semana só para lembrar a malta que eles estão mesmo (!) a reclamar por melhores condições. Que acho bem que mostrem o seu descontentamento e tal (já que estamos numa democracia) mas às vezes para os restantes mortais pode ser um grande inconveniente. Por exemplo, houve um dia da semana passada em que só havia os comboios de longa distância, como eles lhes chamam, algo "equivalente" ao Tuga Alfa Pendular. Caro e com os passes normais não se pode usar... para além de não pararem em quase lado nenhum... E parou a Alemanha e/ou ficou presa no trânsito!

Mas também para mostrar que não são egoístas e parvos normalmente são garantidos "serviços mínimos", que é como quem diz, comboio sim, comboio não... que é o caso de amanhã e depois, vai ser complicado apanhar um comboio às horas normais!
Ainda bem que já arranjei boleia para um seminário numa cidade a 45 min daqui, se não estava bem arranjada. Já me bastou quando voltei de Portugal e fiquei quase 1h a tentar não adormecer de cansaço à espera da minha ligação...

Força, camaradas! (ou lá como se diz por estes lados...)

Changing Rooms; Querido, mudei a casa...

... ou coisa que o valha!

Há que contar as novidades! Pois foi! A semana passada o senhorio teve a amabilidade de ter cá no prédio uns sinhores para pintar o prédio todo por dentro! (garanto-vos, estava meeeesmo a precisar!)
E a sessão de "bricolage" terminou no sábado comigo de berbequim em punho a "esburacar" estas paredes todas e montar umas prateleiras necessárias! Foi uma odisseia gira, já que o prédio deve ter sido construído mesmo depois da 2ª Guerra Mundial e é de construção algo bizarra! (devem ter utilizado todo o tipo de pedras e tijolos que podiam...)
A minha casa está tão mais "cosy"! Faltam-me só "props" para o espaço semi-vazio das prateleiras por cima da TV...
Ah, e já tenho net em casa!!!!!! É o delírio, minha gente!

Oh really?


Nota: Nunca li nenhum livro nem vi nenhum filme dessa criatura chamada Harry Potter

Foto: aqui

23/10/2007

Devem ter pensado que era uma mensagem de apoio


Chupa Alonso

Esta "grande" foto está no http://f1.gpupdate.net. Como bons ingleses que são, não devem ter dado conta que não é uma mensagem de apoio ao Alonso... porque quem segura aquilo está vestido de vermelho Ferrari (ora aí está uma pista...)

22/10/2007

Até se viu um sorriso, imagine-se!


Ganhou

Quando já ninguém dava nada por ele e pela Ferrari, conseguiu dar uma real lição à McLaren

Parabéns

21/10/2007

Acontecimento do Ano: parte II

(Pequeno aparte: no dia 05 fomos sendo seguidos/fomos seguindo o dia todo por uma família que também estava na residencial. Fartámos de especular se seriam convidados do casamento. Não eram, mas à noite apareceu um casal convidado, que ficou no quarto em frente ao nosso e até me ajudou a configurar o GPS emprestado do meu irmão, obrigado CG)


O dia começa cedo. Pronto, mais ou menos cedo. 09h00, serve? Tenho que relembrar que era sábado de manhã de um fim-de-semana grande? Não, pois não?

1. Depois de se arrastarem para longe dos lençóis, Sr e Sra. Headache partem em busca do cabeleireiro que a noiva gentilmente tinha marcado. Mas que não sabia onde ficava.

Ora pois...

Bom, mas lá partiram com a indicação dada pela recepção da residencial. Ei-los chegados ao dito cujo salão um minuto antes da hora indicada: 09h29! Começa a lei de Murphy em acção...

2. Veio-se a descobrir que o salão funciona a velocidade de província: devagar devagarinho. O conceito de multitasking é ainda uma raridade, e a moça que vai fazer a manicure é a mesma que acaba a fazer o cabelo --> mais tempo consumido. Resultado final: deveríamos estar na santa aldeia de Ribas às 10h30. Saímos do cabeleireiro às 10h45. Boa. Uma grande, grande vantagem deste cabeleireiro: sabendo que os homens hão-de esperar imenso tempo pelas suas respectivas nele (devido à já referida estonteante velocidade de trabalho), havia "n" revistas de carros na zona de espera. Isto é um ponto positivo, minhas gentes! Cabeleireiros de Lisboa, aprendam!

3. Um rápido regresso à residencial para vestir a roupinha (e que bonitos que eles estavam, não desfazendo), maquilhagem*, sapatos, etc. Munidos do GPS, partem pelas 11h10 para Ribas. Apenas 5 kms desde Montemor, dizia o GPS. Pena os GPSs não terem inteligência artificial...

4. ... porque o sacana do aparelho mandou-os por um verdadeiro caminho de cabras. Saíram de Montemor, e ele até vai acertando com as indicações. Tudo bem. Só que mandou-os ir por uma estrada em péssimo estado de conservação. Headache já fez viagens de barco com menos ondas que aquela estrada, toda arrebentadinha das raízes das majestosas árvores que a ladeavam. Ele sofre de enjoo, que raio! Até que a sra do GPS** sofre um amuo (é sensível, a gaja), decide calar-se e Headache leva o carro para o caminho não-preferencial. GPS indica então que estão no meio da floresta (!!!). Mas estavam no meio da estrada. Lá um senhor indica o percurso (Headache é um homem que admite estar perdido), e chegam a Ribas. Finalmente. Às 11h30! Atraso provocado pela sra. do cabeleireiro e pela sra. do GPS.

5. Ribas estava acometida de meia população de Lisboa, a julgar pelo aparato de carros estacionados. O atrasado casal reúne-se com amigos de longa data. Mesmo a horas, porque já está tudo a enfiar-se nos carros para ir para a Igreja. Em Maiorca. Que fica muito mais perto de Montemor. Voltinha desnecessária, porque nem sequer se comeu nada assim.

6. Alegre e loooooooooonga procissão até Maiorca. Por caminhos muito estreitos por vezes. Um engano aqui, outro engano ali, e o carro da frente da procissão vai dar a um sitio onde fica impedido. Tudo a fazer marcha-atrás, e ganha-se um novo líder. Será que o novo líder sabe o caminho?

7. Até sabia. Depois de umas valentes voltas em Maiorca, este vosso narrador lá estaciona o carro. Mal. Imediatamente a seguir a uma curva fechada num cruzamento. Lá se dirigem para a igreja. Cedo se tornou evidente que a Igreja era até relativamente grande, mas não para os quase 300 convidados. O par de sucesso fica cá atrás, a ouvir uma liturgia dada por um padre que:
a) não falava particularmente alto
b) não ligou o microfone
Resumindo: da segunda fila para trás ninguém deve ter escutado nada de jeito.

8. De notar que o noivo apresentou-se de muletas.
Porquê de muletas, indagou-se na altura.
Ao que consta, o noivo teve uma despedida de solteiro de 4 dias em Barcelona. A cadela era de tal maneira descomunal que partiu um pé E NÃO SE LEMBRA SEQUER. Resumindo e concluindo: só pode ter sido uma despedida de solteiro em grande. Daí a alcunha de Saci.

9. Sai tudo cá para fora, para esturricar um bocadinho ao estranhamente acolhedor sol que se fez sentir. Aparece um saco de 5 kgs de arroz. Não podia correr bem...
Saiem os noivos e levam com mais arroz que uma cabidela. Missão cumprida.

Noiva e Noivo. Ou Emília e Saci. Caras obscurecidas para protecção da identidade. Acabadinhos de enforc... quer dizer, casar!

Mais um post se segue, aguardem...

* - eh pá, um pesseguinho e um gloss nunca fizeram de um homem menos homem, tá?
** - GPS falava com voz de gaja

Maria escreve bem

Este post dela fez-me pensar.

Imaginem só o acordar no dia seguinte... (i.e. hoje)

Foto: Banheira da Sra. Headache, ontem à noite. Pessoas em casa: Sra. Headache e Headache apenas.


(Nota: aceitam-se especulações sobre o que realmente se passou...)

19/10/2007

Acontecimento do ano: parte I e meio

Porque agora é a minha perspectiva!

Para mim foi um fim de semana louco e porreiro!
1° Chegar a Lisboa, dar uma volta, ir buscar os pais ao comboio, pôr a conversa em dia.
2° Dia seguinte, adeus papais! e apanhar "camionéte" até Malveira, daí boleia para cima com um tal de "Léon", encontrar todos os amigos convidados, jantar, descansar para dia seguinte.
E voltar aquelas terras e ver a família da Sofia.. Eu fiquei em casa da noiva, por isso, presenciei ao vivo e a cores (!) o stress pré-casamento típico que se instala. uf! Tenta-se ajudar e acalmar toda a gente! (Movimento na casa! Yupi! diferente de estar a viver sozinha...muito mesmo!!)
3° "O dia"! Foi sim, senhor, um grande acontecimento. Os noivos estavam (sao!) lindos! O dia estava divinal para ajudar! O reencontro com toda aquela malta amiga foi para mim outro ponto alto da ocasiao. (Aos que lá estavam e lêem as nossas devaneios aqui: tinha saudades vossas!)
4° Levantar, preparar para próxima ronda de comezaina, e depois vieram as despedidas... (nao gostei!) Boleia do sr e sra Headache até Coimbra (obrigada outra vez!), atirei-me para dentro do comboio (também posso fazer filmes de accao!) e lá fui eu...
e o resto é história!

14/10/2007

Acontecimento do Ano: parte I

(dois viajantes, algures no castelo)

Como já viram lá em baixo, o acontecimento do ano foi no fim-de-semana passado. Saci Pererê casou-se com boneca Emília. Ou podem chamar-lhes André e Sofia, que vai dar ao mesmo. Cá vai um relato cronológico (ou mais ou menos):

1. Headache e Sra. Headache saem da capital do Império no dia 5 de Outubro em direcção ao centro do país. O centro do país é a zona da Figueira da Foz. Tee-hee. Levam o carro da Sra. Headache. Aquilo anda nas horas do diabo, vão por mim. Chegam lá depressa, mas mais pobres, porque metade do ordenado ficou na estação de serviço da BP. Mas valeu a pena. Oh se valeu.

2. Cansada de ouvir o estômago e os resmungos de Headache, Sra Headache faz uma concessão importante: entram no McDonald's da Figueira! (Obrigado querida!) Convém referir que já eram quase 16h00 porque tinham saído a más horas de Lisboa, e Headache só tinha o pequeno-almoço dentro dele. Estava com fominha portanto. E resmungão, como é hábito quando tem fome.

3. Depois de Headache se ter alambazado com um SuperMenu + McFlurry (e muito mais bem-disposto), os nossos intrépidos viajantes chegam a Montemor-o-Velho, local escolhido para pernoitar nos dias 5 e 6 de Outubro. Montemor parece uma cidade fantasma, com muito, muito pouca gente na rua. Headache especula que os habitantes usam um sistema de túneis, e por isso não está ninguém à superfície. Lá se instalam na Residencial do sítio. Muito catita, quarto simpático, casa-de-banho com alguns problemas ao nível da "decoração", nomeadamente o facto de Headache conseguir ver por cima do varão do chuveiro e molhar tudo sempre que lavava o cabelo, fora isso tudo bem. Altamente recomendável.

4. Os valentes exploradores decidem ir a pé conhecer o castelo de Montemor. Está fechado. Porra para aquilo, porque fechava às 17h!! Toca a passear pelas ruinhas estreitas de Montemor, muito bonitas. Descobriem afinal que Montemor está entregue aos gatos. Nunca se viu tanto gato junto em toda a vida, e Headache já esteve no Gatil Municipal de Lisboa. Aqui vão dois exemplos:(nota: há cerca de 15-20 fotos só de gatos... isto é mesmo só uma amostra)

5. Resultado final: a vila é mesmo desértica. Não se viu mais que dois habitantes, junto ao castelo. Mais nada! Os habitantes abandonaram-na e entregaram aos gatos. Só pode. Chega a hora de ir jantar. Único restaurante que se encontra aberto é a escolha acertada. Sr e Sra. Headache partilham uma refeição, chega e basta. Ainda se encontravam bastante cheios do McDonald's. Mais uma voltinha e xixi-cama, porque o dia seguinte iria ser muito longo...

(continua...)

Isto é gozar com quem trabalha!

Hoje de manhã decidi, antes de ir para o ginásio, lavar o carrito.
Lá vai o Headache para o Elefante Azul de Linda-a-Velha/Dafundo. Carro limpinho, a brilhar. Eram 10h40.

13h00, baixa de Algés. Cai chuva por 1 minuto! UM!! Nem sequer deixou de fazer sol. Tenho agora o carro todo manchado.

Eu bem vos avisei neste post, não avisei...?
Tempo dum real cabrão...

11/10/2007

Stranger than fiction

Esta imagem já muita gente conhece:


O mais engraçado é que existe agora no IC21 uma versão portuguesa desta ocorrência! Vejam na berma, do lado esquerdo, como quem está quase a entrar nas portagens da A2 (sentido Barreiro - A2). A sério! Vão lá ver! Os homens pintaram a linha da berma por cima de um animal morto*! E pela "qualidade" do trabalho, devia haver uma pinguinha a mais no sangue...



*Se não é um animal ao menos parece! Povo do Barreiro, confirmai por favor.

04/10/2007

É já depois de amanhã...

O ACONTECIMENTO DO ANO!!!
Sofia + André
06 de Outubro
12:00
Algures na Figueira da Foz, aquilo é grande.

02/10/2007

Snack típico da altura

Hoje, para variar da monotonia de ir comer à cantina mais próxima, uma colega preparou para nós algo de diferente do costume! Iguarias alemas mais ou menos típicas da altura do ano!

Zwiebelkuchen e para empurrar Federweißser.

Traduzindo:
- "bolo de cebola", que é semelhante a uma pizza que leva por cima da massa cebola às rodelas fininhas, bacon e natas finas, sendo a cobertura preparada à parte com algumas especiarias. E vai ao forno!
- Vinho novinho, preparado das uvas deste ano, ainda nao acabou bem de fermentar, por isso, ainda borbulha, é docinho e tem um conteúdo alcoolico baixo.

Resultado: um bom momento de convívio descontraído e saboroso (hic!) entre a malta do trabalho!






A isto, nao tarda se vai juntar o meu bolinho de chocolate, também apreciado pelas hostes, e com cafézinho para contrariar o álcool consumido ;)

E amanha é feriado! Deutsche Einheit! Já lá vao 17 anos desde a queda do muro de Berlin e reunificacao das duas Alemanhas!

Acontecimento do ano

Este fim de semana vai haver algo que há muito é esperado! Daí lá vou eu fazer micro-férias a Portugal! Me aguardem!

30/09/2007

Bom na Cama. Comó caraças...

A Daniela acha que eu sou BNC - Bom Na Cama. É o último desafio que anda aí a fazer as rondas, podem ler as regras o blog dela que eu sou demasiado perguiçoso para fazer um simples Ctrl+C/Ctrl+V. Bom, tenho que escolher outras 5 criaturas que eu ache que têm jeitinho especial debaixo dos lençóis, e justificar o porquê. Cá vai:

Piston - Vamos ser sinceros, o blog dele chama-se "O Piston e a cabeca do homem". Logo aí, temos que arrebitar um bocadinho a orelha. O homem não brinca em serviço. E segundo este post dele, não tem medo de admitir o seu lado feminino/gay. Um homem que está em contacto com o seu lado feminino estará sempre mais atento às vontades/desejos da/do seu/sua parceira/o. Simples.

Exactamente - O exactamente tem uma gata chamada Alice. Automaticamente transforma-o num verdadeiro leão debaixo dos lençóis (com a mulher dele, não com a bichinha). Saber fazê-las rir no momento certo ajuda para lá de imenso.

Francis - Já deve ter tido uma vida amorosa capaz de encher uma colecção de romances de cordel. Está actualmente, segundo o blog dele, a viajar sozinho pelos States. Deve estar no Nevada, onde o álcool é fácil e as mulheres ainda mais fáceis. Mas tudo sempre com o máximo respeito por elas. Nem poderia ser de outra forma.

maradona - Sempre lhes pode ir lendo excertos dos seus últimos livros comprados nos intervalos. Um homem que tem por vezes descrições curiosas sobre o seu corpo e a forma como ele funciona ou o alimenta deve estar a esconder a verdadeira potência sexual dentro de si. Só umas poucas sortudas devem ter o prazer de conhecer o Dieguito, e nunca mais o esquecem por certo.

Bruno Nogueira - O moço tem pés grandes. E já se sabe o que dizem sobre pessoas com pés grandes....*

Mais uma vez, recuso-me a passar seja a quem for. Chegam aqui e param, por isso não fiquem muito tristes. E sim, só escolhi homens, escolher mulheres seria demasiado fácil e iríamos entrar pelos clichés adentro com uma pinta...




* - Precisam de sapatos grandes, claro.

28/09/2007

orientar ou desorientar?

No princípio desta semana, o boss do grupo mandou um mail a todos a pedir 2 artigos para os seminários deste semestre...
Isto quer dizer, dois artigos que têm de ser lidos, interpretados e, no final do semestre, apresentados pelos alunos de 3° ou 4° ano. Ora esta miudagem é de biotec ou biologia! Eu é mais engenharia!... Como escolher artigos do meu interesse que nao sejam demasiado complicados ou "engenheiricos" para que nao se percam a tentar perceber o que está por trás do trabalho que vao explicar??
Que sabem eles de reactores, polímeros, reaccoes químicas elaboradas e matemática da pesada? nao muito, vos digo eu!!!
Ui, e mais, miudagem alema que vai ter de fazer tudo em inglês, pelo menos, se quiser estudar os artigos que eu vou pôr na lista! Era só o que me faltava, com o meu péssimo alemao (des)orientar os piquenos! Pode ser que nao tenham grande vontade de ser orientados e fazer o trabalho todo em inglês e me safe! eheh!

Lá vou eu mergulhar em tudo o que tenho para aqui e tentar encontrar algo que nao seja demasiado transcendente!...

O mundo académico é qualquer coisa de extraordinário! E pensar que já quis ser prof... Que trabalheira!

26/09/2007

Coisas que só nos apercebemos quando é tarde demais

Hoje de manhã fui pôr o meu bom e respeitável carrito a fazer a revisão/reparar uma roda que tinha um rolamento gripado.

O carro de substituição que trouxe, de outra marca, está a deixar-me invejoso e com remorsos de não ter conhecido esta beleza antes.

E aposto que até gasta menos que o meu...

23/09/2007

Nem tudo pode ser mau

Consigo sempre encontrar vantagens em tudo, por piores que elas possam parecer.

Por exemplo, com estas dores nas costas a acordarem-me cedo todo o santo dia, nem devo precisar de despertador para o GP do Japão na semana que vem (acho que começa às 05h...)

Som #48 - Sonhos acordados a preto e branco

Chris Isaak - Wicked Game

Graças às minhas costas queridas, acordo mais uma vez às 06h50 de um domingo (!!!). Ainda fiquei na cama quase até às 08h00, a tentar abstrair-me delas, e tenho um daqueles sonhos acordado com o filme Wild at Heart do David Lynch, com toda a gente nele, Laura Dern, Nicholas Cage, Willem Dafoe, o gang todo.

Bom, continuando, saio da cama e ligo a televisão para fazer barulho enquanto acabava de ler o jornal de ontem. E eis que ele aparece - Chris Isaak - o responsável pela música que percorre o filme de uma ponta a outra.

Deve ser presságio, penso eu. Mas pronto, cá vai o vídeo, até é muito giro e tal, não tivesse sido realizado pelo David. A gaja aparentemente é a Helena Christensen, parece que é/era supermodelo.


21/09/2007

Exercício + Exercício = ...

07H00 - Headache dirige-se todo lampeiro ao seu ginásio de confiança. Paga um balúrdio por mês para suar que nem um cavalo e carregar pesos.

09H00 - Headache chega todo lampeiro ao seu local de trabalho. Recebe um balúrdio* por mês para suar que nem um cavalo e carregar pesos. Vida de engenheiro dá nisto :P

Um dia destes cancelo o ginásio de vez.



* - era bom, era... está ali só por liberdade poética, para não destoar do de cima.

16/09/2007

Melhor curva de sempre


(a parabólica do Estoril vem em segundo, esta é simplesmente demais)

Eau Rouge/Le Raidillon
Spa-Francorchamps

Obrigado à realização belga do GP de hoje pelas fenomenais imagens que nos deram.

Colin McRae

Gostava sinceramente que os meus pilotos favoritos parassem de morrer. A sério que gostava.

Ontem morreu um dos melhores pilotos de rally que já passou pelo WRC, não vos vou maçar com a vida dele nem com os feitos etc etc etc. Basta verem este vídeo de exibição nos X-Games, onde não só guia como um verdadeiro pro (podem ver sem som, para não terem que ouvir os comentários meio imbecis dos locutores americanos que claramente nunca viram um rally a sério na vidinha deles), como consegue capotar o carro no último salto, aterrar de rodas e ficar com a suspensão frontal esquerda destruída e mesmo assim continuar como se nada fosse. Só sabia correr de uma forma: ao ataque.


14/09/2007

Sinto uma comichão cá dentro


Aqui na fábrica temos cancelas de controlo de acesso ao parque de estacionamento dos funcionários.

Estou com uma vontade louca de passar por baixo delas a fazer "limbo". Mesmo mesmo louca. Como se fosse uma comichão que precisa de ser coçada.

Só não o faço porque prontos, ainda me conseguiriam despedir por justa causa. Um engenheiro aqui tem sempre que manter as aparências. É o único impedimento, garanto-vos.

Discos pedidos...

... que é como quem diz: levei este CD para o carro e agora ando a ouvi-lo incessantemente.

Alice in Chains - Dirt
Este é um álbum que não deve ser ouvido por ninguém que esteja minimamente deprimido. Lançado no pico do grunge (1992), retrata a miséria, desolação e depressão que estão associadas não só ao peso da existência em si:

Down in a hole - "down in a hole and I don't know if I can be saved/See my heart I've decorated it like a grave...Down in a hole, feeling so small..."
Angry Chair - "loneliness is not a phase/field of pain is where I graze/serenity is far away/saw my reflection and cried/so little hope that I died"
Them bones - "I feel so alone/gonna end up a big ol' pile of them bones"

...mas também a um consumo fenomenal de heroína. Não é preciso ir mais longe, basta ver os títulos das músicas

Sickman - "What's the difference? I'll die in this sick world of mine"
Junkhead - "What's my drug of choice? Well, what have you got? I don't go broke and I do it a lot"
Godsmack - "What in God's name have you done? Stick your arm for some real fun"
Would? - "Am I wrong? Have I gone too far to get home?"


Em minha opinião, este é o álbum que define a era grunge, muito mais que o Nevermind dos Nirvana. E revelou ao mundo uma banda que só desceu a partir daqui para níveis ainda maiores de depressão e consumo de heroína (que acabaram por matar o vocalista). Musicalmente, muito mais forte que qualquer outro álbum da altura, incluindo Soundgarden.

Repito o aviso: não ouvir em caso de depressão. Não é fácil. Mesmo nada fácil.

13/09/2007

EDIT: F**a-se

Aproveitando agora mesmo a primeira pausa que tive no trabalho sou brindado com esta notícia:

McLaren excluída de campeonato de F1 em 2007 e 2008

Não me f**am, pá...
(e eu que amanhã deveria estar a caminho de Spa... f**a-se f**a-se f**a-se)

EDIT: Afinal os pilotos mantêm os pontos já acumulados. A equipa perde todos os pontos do campeonato de construtores deste ano, e tem que pagar $100 milhões de dólares de multa (f**a-se!! é muito dinheiro!)

EDIT do EDIT: A verdadeira razão pela qual a McLaren foi suspensa do campeonato de construtores de 2007 deveu-se ao facto dos seus pilotos espanhóis (Alonso e de la Rosa) terem fornecido e-mails de prova à FIA. Lewis Hamilton, que também já devia estar careca de saber os mesmos segredos, foi homenzinho e ficou calado.

A lealdade já significa muito pouco hoje em dia...

transcrição da resolução da FIA: "

All three drivers responded. Mr. Hamilton responded that he had no information

responsive to the FIA's request. Mr. Alonso and Mr. de la Rosa both submitted emails

to the FIA which the WMSC finds highly relevant. Subsequently (at

McLaren's request) both Mr. Alonso and Mr. de la Rosa made written statements

to the WMSC verifying that these e-mails were sent and received and offering

context and explanations regarding the e-mails. The e-mails show unequivocally

that both Mr. Alonso and Mr. de la Rosa received confidential Ferrari information

via Coughlan; that both drivers knew that this information was confidential

Ferrari information and that both knew that the information was being received by

Coughlan from Stepney."

12/09/2007

Isto é sentimento...

... agora falta descobrir qual ao certo.

Este vídeo tem andado a fazer as rondas por aí. Há uma coisa que nunca gostei no nosso hino, tem umas notas bastante difíceis e muita gente começa a desafinar à doida no "Às armas, às armas", se é que já não desafinavam antes. E não estou a falar apenas dos atletas, quase toda a gente mata o hino na parte final.

São a única selecção de amadores neste mundial de rugby. Andam a apanhar cabazadas descomunais. Mas deixá-los pousar, daqui a 100 anos veremos quem ri por último.

Parece que ser pisoteado na cabeça por rinocerontes todos os dias não afectou o sentido de pátria destes nossos jogadores. E a emoção é visível.


11/09/2007

Som #47 - Música adequada para as manhãs

The Wildhearts - Caffeine Bomb

Acho que a letra e o título dizem tudo, não?



Letra:
Eyes dried tight, gotta get myself together
Need a kick-start cocktail, ten percent coffee with a
High-rise, family-size, guaranteed to catonize
The little bit of brain I got a-hanging on from last night

I need a double take, a-just to get awake
To try and counteract the hollow feeling nature makes
It's gonna work a treat, gonna get me on my feet
It's a teasing little tonic with a kick
Like a mule
And a skip on the beat

It ain't right, It ain't wrong
I need a bomb, I need a caffeine bomb
Too sweet, too strong
I need a bomb, I need a caffeine bomb
I need a bomb, I need a caffeine bomb
I need a bomb, I need a ca-ca-ca-ca caffeine bomb

Over-do the sugar and the coffee and the whiskey
In my biggest mug 'til the varnish starts to melt
I got a wake-up shake, any webbing I'm a-shredding
Any grogginess I felt before I sweated
All the poison
From my body to my quilt

And it's been too long
I need a bomb, I need a caffeine bomb
What a buzz, What a song
I need a bomb, I need a caffeine bomb
I need a bomb, I need a caffeine bomb
I need a bomb, I need a ca-ca-ca-ca-ca-ca caffeine bomb

Hangover, so hungover
Pour me a doctor, send it over
Something that'll stop my legs from shaking
Something that'll stop my head from aching
Hangover, so hung over
Breath of a juiced-up holy roller pounding

Baby can't you see, I'm shitting out water
It's a case of easy come and easy go-o
I need a caffeine bomb to wake me in the morning
I need a caffeine bomb to get me to the show
Oh no, I think I wanna throw

Hands all sticky and I'm spilling all my whiskey on myself
My friends, my dog, my floor
My God, my head feels like something crawled inside it
But the medicine I ordered should be kicking any second
And I gotta be getting me more...

Let's go and get it on
I need a bomb, I need a caffeine bomb
Fay Wray, King Kong
I need a bomb, I need a caffeine bomb
I need a bomb, I need a caffeine bomb
I need a bomb, I need a ca-ca-ca-ca-ca-ca-ca-ca caffeine bomb

I need a caffeine bomb
I need a caffeine bomb

09/09/2007

Há uma semana

Fiz este post. Hoje já está cinzentinho, ainda tenho esperanças.

Gabba gabba gone

Estes já não devem voltar.
Ainda vamos ficar a ouvir esta história durante muuuuitos meses, no entanto. Parece que o sinto.

04/09/2007

Moral da história...

...nunca confiar num comercial*, porque são capazes de vender a própria mãe.
Aqui o menino nos idos de 08 de Janeiro tem a sua iniciação ao Holmes Place das Amoreiras, com uma simpática comercial (ou sales assistant, segundo rezava o cartão que ela me deu). À pergunta "esta piscina tem cloro, não tem?"** a resposta foi um elucidativo "todas as nossas piscinas são de baixo teor em cloro, não apresentando problemas de maior para pessoas com sensibilidade (como yours truly, que já tem duas operações nos olhos e uma cicatriz na córnea de um acidente químico)". Decidi acreditar.

Ontem estreei a piscina do HP das Amoreiras. Pouco cloro o caraças!
Ainda tenho o nariz a arder por dentro, e a pele super-macia, sinal de uma água demasiado básica - logo, com CLORO a mais.

Fora isso, está a uma temperatura super-agradável. Gostei.
E o jacuzzi depois foi uma verdadeira benção. As minhas costas agradeceram as bolhinhas.








* - a não ser que seja nosso amigo. Sim, PA e EL, estou a falar de vocês.
** - pergunta estúpida, porque o cheiro fazia sentir-se e não era pouco

03/09/2007

E se um desconhecido te pede lume?

numa discoteca?... Isso é engate!

-se! Não torno a ir pra disco-night mais cedo do que o meu grupo de amigos!

A estratégia de fugir a estes "stalkers" de meia tigela é "ah e tal, tenho de ir ver se os meus amigos já chegaram e estão na outra pista! Até logo!"... -se! Lá me safei!

No final foi uma noite bem passada, música dos 80's e Mojitos :) Lecker!

M***a

Não consigo dormir...
Ontem (Domingo!!!!) acordei às 05h00.
Hoje foi mais tarde, vá lá... 06h15.
P**as das dores de costas!

02/09/2007

Vão-se mentalizando, lisboetas

Esta semana vai chover.
Vai mesmo.
Como é que eu sei?
Simples, acabei de lavar o carro.
E sempre que lavo o carro, chove na semana seguinte para estragar o trabalhinho*.
Peço desculpa por estragar um potencial dia de praia
Mas teve mesmo de ser
Ele estava cheio de resina de árvore na parte de trás



*Pronto, quase sempre, mesmo naquelas alturas em que estão 40 ºC à sombra...

01/09/2007

Estive a arrumar aqui o sítio

A barra da esquerda está diferente, o número de links cresceu.

Criei uma secção chamada "defuntos" para aqueles blogs que ainda dão/deram prazer em ler mas:

a) passaram a ser privados (uma pena, mas pronto...)
b) deixaram de ser actualizados

As cores também levaram um overhauling. Está ligeiramente menos estridente.

Nem todas são más...

O cenário: Headache recebe carta das Finanças.
Headache não tinha dado nem um cêntimo ao estado de IRS, porque não fazia retenção na fonte...
Headache sua em bica...
Headache abre a carta... começa a ler o balanço... resultado final:

0,00 €

Headache respirou de alívio...

31/08/2007

Ah ha

Teve a sua piada... teve teve!

Cheiros

Neste meu (ainda novo) sítio de trabalho os cheiros variam de acordo com os ventos:

Norte: Pouca coisa
Noroeste: Pouca coisa, ou então cheira a condimento muito usado em cozinha alentejana (peço desculpa, mas não posso explicitar qual ao certo)
Nordeste: Um cheiro parecido a peixe podre/falta de higiene nas partes íntimas, cortesia de uma fábrica que aqui fica nas redondezas (e não, não é de peixe, é um produto químico em particular)
Este: Peixe podre/maré baixa (se estiver baixa)
Ventos com orientação sul: muita coisa, muitas vezes pungente, mas já vou criando habituação.

E ainda: flores. Estas instalações têm imensas flores! Como tal, o que aqui não faltam são lagartixas, osgas, libélulas, abelhas, gafanhotos... insectos a dar com um pau.

E ainda: suor (às vezes).

30/08/2007

Update II

1. Tenho trabalhado imenso :(
2. Tenho namorado imenso :)
3. Tempo para o blog = quase zero :|

Vamos partilhar?

Update

Têm ideia de vos falar nos meus problemas para estabelecer ligação telefónica? Acho foi lá para Maio que vos falei disso...
Nunca mais vos contei nada sobre essa odisseia!

Neste ponto há que dizer que mandei os gajos cavar batatas para trás do Lousberg que eu não tenho mais assunto com eles!
E porquê? Perguntam vós! Porque suas excelências "telecómicas" conseguiram não me fazer a ligação em casa ao fim de 3 meses de tentativas, visitas de técnicos e conversas e papéis para trás e para a frente! -se! Falta de comunicação entre as partes da empresa, agravadas pela longa greve, ou qualquer coisa mais do género do "fim da supercompetência" que tinham...

E tudo porque eu nem a bodega da tomada tinha em casa! nada de caixinha, nem fiozinhos a sair pela parede... A culpa não é minha, eles é que foram totós!
Adeus meus amigos, que se faz tarde!
A única decência veio por parte de um rapaz do "Apoio ao cliente" de 2m de altura e 1m de ombros, delicado e bem-educado, como raramente se vê. Apoiou, fez o que pôde... o resto é que enfim... Danke, Andreas!

Agora usufruo de um sistema mais giro: telemóvel com HomeZone! É do baril e estou em casa na cidade quase toda :)

Pronto, tinha de desabafar! Hoje estou resmugona e pronto!

Jardim de infância

Recentemente tenho tido que lidar mais próximo com um grupo de gente crescida que agora mais parece criançada!
"Ai, é a minha vez de andar no carrossel! Sai do escorrega! Buahhh, roubaram-me o chupa-chupa! vou dizer ao meu pai!" etc, etc...
Que stress! Por uma cena relativamente simples, que num dia (!) estaria resolvida, já vai no terceiro! Nao tenho saúde para isto!

Vao masé todos para o castigo com orelhas de burro e mai nada!!!

24/08/2007

Tatuagens

Não tenho tatuagens.
Mas hoje o meu braço direito entrou em contacto com soda caústica a 50%. Deu uma comichãozita, a qual lavei imediatamente com muita água corrente (procedimento standard)

Agora está a formar-se um padrão pseudo-tribal* na zona de contacto (portanto, queimadura química). Não se preocupem, que não dói.

Deverei tirar uma fotografia? Para mais tarde recordar, claro... o dia em que me apareceu uma efémera tatuagem no braço.



*Na verdade, são só duas bandas, mas são giras...

22/08/2007

Nota de turno

Nota de turno, desta noite, aqui na fábrica, para os engenheiros de serviço:

"A união de garras do dreno está fodida"


Acreditem, isto é que é ser directo ao ponto. Qual "não foi possível acoplar a mangueira à união de garras etc", qual "a união de garras está encravada e não permitiu a ligação etc". Assim toda a gente percebe e poupa-se tempo.

Estes desafios até são fáceis

A Maria Vinagre passou-me aqui este desafio, que reza assim:

1.Pegar no livro mais próximo

2. Abrirem-no na página 161

3. Procurem a 5ª frase completa

4. Coloquem a frase no blog

5. Não escolham a melhor frase nem o melhor livro (usem o mais próximo)

6. Passem o desafio a cinco pessoas

Cá cai:

1. Chemical Kinetics, Keith Laidler (estou no trabalho, é o que há)
2. Feito
3. Feito
4. In this expression k is the rate constant corresponding to the free passage of the system through the dividing surface; when epsilon is sufficiently large, the energized molecule is essentially an activated molecule and therefore can pass immediatly into the final state.
5. Foi mesmo mesmo o mais próximo
6. Não. Recuso-me.