19/05/2007

Abril e a saga dos telemóveis

Quem me conhece sabe que chegando a Abril, troco normalmente de telemóvel. De todas as vezes, foi por motivos diferentes. Qual deles o mais cómico, não sei. Este ano foi diferente, mas vamos por partes.

2004: Pedro + Morceguinho avançam intrepidamente pelo Colombo (sem sequer saber que era dia de jogo do Benfica, mas isso agora não interessa nada). Pedro possui um Nokia 3510, um telemóvel que lhe dá imenso gozo, porque a tampa de trás saía com muito facilidade e podia atirá-la em jeito de disco voador à cabeça dos meus (poucos) amigos. Não sei se o perdi ou se mo tiraram do casaco (não me lembro sequer de ter levado um encosto, daí achar que perdi), mas cheguei a casa sem ele. Eventualmente quando chegou a factura, vi que tinha sido feita uma chamada para Marrocos nessa noite, só não devem ter feito mais porque:

1) já não tinha quase bateria
2) já tinha muito pouco saldo

Resultado final: Pedro perde um telemóvel que gostava muito. Pedro compra um Nokia 3200.


2005: Pedro não gostava muito do Nokia 3200, ainda sentia saudades do 3510. O 3200 riscou-se mais depressa que o mostrador de um relógio da loja dos chineses, além de ter capas que assentavam mal. Um dia (em Abril, naturalmente), Pedro, num momento de dislexia/descoordenação, julga que meteu o telemóvel dentro do bolso das calças mas não: o mesmo estava do lado de fora. Uma viagem ao chão depois, e o bicho não se ligava porque:

1) bateria e afins saltaram em mil direcções
2) o botão de ligar/desligar deslocou-se

Resultado final: Como já não gostava do raio do bicho, parto para a compra seguinte nesse mesmo dia: um Nokia 6610i.


2006: o Nokia 6610i provou ser uma grande desilusão: câmara fraquinha, bateria fraquinha, qualidade das chamadas fraquinha. Como se já não bastasse ser mau na comunicação, a capa ficou solta com demasiada antecedência e parecia que tinha levado um banho de alcatrão quando acabei com ele. No entanto, a qualidade do som foi-se deteriorando a ponto de ter muitos cortes (invulgares) nas chamadas e quase não conseguir ouvir as pessoas. Mau. Intrepidamente, o vosso escriba vai ao Colombo (hmmm, outra vez?) à loja Nokia e entrega o bicho a um funcionário para ele dizer de sua justiça. Opinião do entendido: "O senhor tem de facto um problema, isto são 3 a 6 semanas para arranjar"

Resultado final: Sem pestanejar, Pedro retira o 6610i das mãos do empregado e aponta para um 6103, que tinha andado a namorar enquanto esperava a vez para ser atendido, dizendo "Se demora tanto tempo, quero aquele!". Simples e indolor, e entrava em cena o maravilhoso 6103.


2007: SOBREVIVEU A ABRIL! Mas com um muy ligeiro problema: o botão que permite aumentar o volume (que costumo usar no máximo porque tenho ouvidos de velho) deixou de funcionar. E com a mania de o meter ao bolso sem bloquear as teclas, ele foi ficando progressivamente no volume mínimo, e dali não sai. Veredicto:

Não oiço um boi!

Actualização: o 6103 foi colocado no arranjo há 8 dias atrás, aguardo mais notícias dos senhores Nokianos.

17 comments:

Jorge said...

Deves ser pedreiro e andas a usar o telemóvel para assentar mosaicos.
Solução: compra um martelo de borracha.

Os meus duram 2 anos e mais!

caditonuno said...

tive 1 eriksson a meias com a minha mae em 98. durou atéo reformarmos.

pá, depois tive 1 nokia 5510, depois roubaram-mo na univ porque o deixei debaixo da mesa uns 15min. quando voltei prá sala já lá nao estava!
era porreiro!

depois tive em substituiçao desse praí em 2001 um 3310. reformei-o no final de 2005. ainda funciona,mas a bateria dos chinocas e da tmn durava 1 ano. se fosse àoptimus, casa-mae, era igual. lol
só se desligou umas vezitas,por causa do calor.curiosamente foi por alturas de abril!

emprestaram-me um mitsubishi durante o arranjo, quase 2 meses. parecia um paralelao rectangular!

por último comprei 1 sony eriksson k750i. sim, que o i é importante! câmara fotográfica de 2mpxs, vídeo, net e cenas assim. ainda dura e ainda vai durar uns tempos grandes... anos até! bom domingo!

wednesday said...

Está-me a parecer que afinal a coisa não correu bem... :P

Anonymous said...

Com a mania de o meter no bolso o meu foi parar à sanita da empresa... pois é! Nós mulheres precisamos baixar-nos para fazer um xixizito e quando isso acontece o que está nos bolsos desintegra-se no chão ou na pior da hipóteses afoga-se! Haviam de ver a cara do segurança qd lhe disse que queria saber onde ficava o esgoto para recuperar o telemóvel... lololol
Morgan

B.A.B.E. said...

sabes que os bois não costumam ligar pa telemovel?
a mim acontece-me o mesmo, mas é em maio! (o ano passado perdi/roubaram-me dois telemoveis no espaço de 3 dias e este ano ando com medo, pq até gosto do meu motorolazito e pq odeio gastar dinheiro em tlms.
a semana passada saltou-lhe um pedaço de teclado. acho que este ano vai ser uma despedida lenta...

Restelo said...

Se quiseres um Nokia 3510, o meu ainda funciona muito bem. Faço-te um bom preço.
OBS: já consideraste mudar de marca?

Headache said...

Elsa: Não e não.

B.A.B.E.: Estima bem esse bicho.

Morgan: a não ser que tenhas puxado a água, ainda está lá no sifão da cagadeira.

wednesday: Ao menos ainda funciona :)

caditonuno: Nunca gostei de Sony Ericsson. Mauzitos.

jorge: quase! Eu estimo muito pouco o meu material. O portátil parece que teve um acidente de moto e andou a raspar no asfalto. Os telemóveis perdem a tinta com uma velocidade fenomenal. Só a minha Nikon D70s é que está impecável.

Rui A. said...

O meu telemóvel anterior (Nokia 3300) anda a nadar em Punta Cana - nunca vão ao banho com um telemovel no bolso!

Restelo said...

Ao menos teve um final feliz... Não achas que teria sido pior se o abandonasses nas águas do Guincho?

Headache said...

Oh Rui, tás queimado da praia?
Era um 5500, não um 3300.

Rui A. said...

errr... o 5510 era o anterior ao 3300; ambos excelentes telefones para a sua época, com bons leitores de mp3 e boas baterias, e por menos de 100 euros (viva a Vodafone).

Morceguinho said...

que bem me recordo destes incidentes...
entretanto sei que "herdei" um 6600i que funciona razoavelmente depois de um arranjozito (tem dias...)
Os telemóveis que me têm passado pelas maos (Ericsson 2x, Nokia 1x) têm morrido devido a excessivo "bungee jumping sem corda" ou a PDI mesmo.

Uma curiosidade adicional é que uma amiga minha comprava sempre o mesmo telemóvel que tu, sem o saber... O que a gente se tem divertido com isso!!! ela também tem tido problemas com estes "bichos" mas agora também anda mais que satisfeita com o 6103!

Porcotte Pink said...

AHAHHAHAAHAHHAHAHAHHAHA
Palhaço!

Os meus duram tomates! E tomates e tomates... Até que me fartar deles o os deixar *acidentalmente* cair ao chão, de tão farta que estou de não se avariarem.

Não tenho coragem de deitar fora uma coisa que funciona e comprar outra...

Headache said...

Pois... mas e se funcionarem mal? Eu, como sou meio surdo, não posso ter os telemóveis a "falar" baixo.

Restelo said...

O mesmo se passa comigo. Os meus telemóveis duram que nem pilhas duracell e diga-se de passagem que este último nem veio novo para as minhas mãos... Herdei-o da minha mãe. Gostava de ter um novo mas custa-me tar a dar uma centena de euros num télélé quando aquele que tenho ainda está impecável. Headache, pensa lá bem se não me queres comprar este.

Restelo said...

Então e tens algum tlm de substituição?

Picas said...

E deixares de comprar NOKIA???

Beijinhos