31/08/2007

Cheiros

Neste meu (ainda novo) sítio de trabalho os cheiros variam de acordo com os ventos:

Norte: Pouca coisa
Noroeste: Pouca coisa, ou então cheira a condimento muito usado em cozinha alentejana (peço desculpa, mas não posso explicitar qual ao certo)
Nordeste: Um cheiro parecido a peixe podre/falta de higiene nas partes íntimas, cortesia de uma fábrica que aqui fica nas redondezas (e não, não é de peixe, é um produto químico em particular)
Este: Peixe podre/maré baixa (se estiver baixa)
Ventos com orientação sul: muita coisa, muitas vezes pungente, mas já vou criando habituação.

E ainda: flores. Estas instalações têm imensas flores! Como tal, o que aqui não faltam são lagartixas, osgas, libélulas, abelhas, gafanhotos... insectos a dar com um pau.

E ainda: suor (às vezes).

1 comment:

Thunderlady said...

Condimento = oregãos? Tomilho? Hortelã? Coentros?... (não me lembro de mais)

Mas onde raio é que trabalhas?!