13/01/2008

Som #54 - David, filho, vê se aprendes a "cantar"

William Shatner - Rocketman

Querido David Fonseca:

Há duas coisas no teu estado actual de produção musical que me perturbam ligeiramente:

1. Começaste a pronunciar algumas vogais de uma forma esquisita. Como se fosses escocês ou do Norte de Inglaterra. Deixa-te de merdas e volta lá a cantar com pronúncia standard, tá?*

2. Tens usado sempre a mesma batida em tudo o que me consiga lembrar que tenhas lançado desde o Eighties, ou lá como se chama. Até conseguiste pôr isso no "teu" Rocketman, porra! Dá lá um descansozito, amigo.

Aprende aqui com o mestre Shatner, que "canta" este tema com um flare e um estilo inigualáveis.

Vejam. Nem que seja para se rirem um bocadinho.



*Mas ainda tem um grande vantagem sobre a maioria dos portugueses que cantam em inglês e misturam com a nossa horrível pronúncia de algumas palavras inglesas. Muita gente não pensa, afunda-se.

** Não se deixem enganar: até gosto do rapaz, e acho-o bem mais original que muita caquinha que se vende hoje em dia...

10 comments:

Francis said...

eu não suporto o gajo.

Headache said...

Qual deles?

Francis said...

o fonseca.
dá uma ideia de menino mimado e introvertido, na minha opinião uma fregilidade trabalhada para que gostem muito dele.

mas estou como tu, reconheco-lhe talento.

Maria do Consultório said...

Olha, a minha amiga Barb michelen!
(pachorrinha...)
Eu gosto do David, e faça favor de não andar para aqui a criticar o moço e a versão dele do Rocket man. OUVIU? LEU?
Um banano...

Headache said...

Filhosdap**a dos spammers, pá...

Restelo said...

so tu para dizeres caquinha e nao pareceres gay

Mim said...

Eu acho que dizer bem é o mesmo que gostar. Gostar faz-nos observar, ouvir, ter atenção. E tomar atenção faz-nos reparar e falhas. Repara em falhas faz-nos criticar e criticar faz evoluir. Este é o meu ponto de vista.

Dizer mal por dizer ou bem por dizer... não significa muito para mim

Ah.. o David :) Gosto do último, gosto. Nem me importa a batida, até porque não sou seguidora da carreira e não dei grande atenção aos anteriores.

Headache said...

Chico: Sabes, também acho isso. Parte do apelo dele é a imagem que ele passa de uma pessoa fracturada, deprimida, etc. Chega a fazer-me lembrar um Ian Curtis, com a diferença que o David *parece* de facto forçado.

Maria: Eu gosto também.

Restelo: Obrigado menina! Só tu para me falares francês e não pareceres pretensiosa.

Mim: Errrm, não entendi, mas acho que é óbvio que este post é humorístico (daí dizer-lhe para aprender a "cantar" com o Shatner).

Headache said...

Acho que todos deviamos aprender a fazer aqueles movimentos do terceiro Shatner. Seria um sucesso nas discotecas e casamentos.

Mim said...

Headache, é óbvio que nãoentendeste: nem tu, nem eu nem ninguém. Esqueci-me de pôr "não" na primeira frase: "Eu acho que dizer bem não é o mesmo que gostar".

Agora vou ali dar umas réguadas nas mãos e já volto, ok?

;)